segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

PESSOAL | Em 2018 quero...

Já se passou mais de um ano desde que escrevi esta publicação. Em 2017 escrevi-a no último dia de Janeiro por saber que já havia tido o tempo necessário para pensar sobre as minhas resoluções de ano novo. Este ano foi diferente. Janeiro foi muito duro e admito que precisei de tempo em que calma fosse a palavra de ordem para entender o que desejo deste 2018. Não vejo esta lista de desejos como uma prioridade ou algo que me vá limitar a tudo o resto que o ano me pode dar, mas sim algo que nos pode mostrar o quão orgulhosos podemos ficar depois de nos apercebermos de que, dia após dia, fomos riscando algumas das coisas que por lá escrevemos.  
Assim, depois de mais de um mês do início do ano e com exactamente 330 dias para realizar tudo o que aqui deixo, fica da minha parte a promessa a mim mesma de que irei tentar riscar tudo isto: 
1 //  Terminar o meu SVE com a sensação de dever cumprido 
É no final de Agosto que o meu projecto de SVE termina e, nessa altura, desejo sentir em mim mesma o orgulho de ter conseguido! Orgulhar-me de ter vivido uma aventura fantástica, de ter feito tudo aquilo que queria fazer, de levar comigo amigos para a vida e de saber que desempenhei o meu papel da melhor forma possível. Sorrir por me sentir feliz e chorar por saber que acaba. Essa sim, será a melhor forma de terminar esta experiência. 
2 // Decidir - finalmente - qual o caminho certo a seguir em Setembro 
Quando 2017 terminou, admito que tinha o meu projecto a longo prazo bem definido! Depois desta experiência, a única opção seria inscrever-me e ser admitida no mestrado que quero. Mas, a verdade é que, todos os dias são uma nova descoberta e, neste momento, há dois planos em cima da mesa. O mestrado não ficou esquecido e será, sem dúvida, algo que farei... mas não sei ao certo se já em 2018. Resta-me procurar, pesquisar, informar-me e decidir pelo caminho que será melhor para mim ! 
3 // Conhecer melhor e mais a França 
Desde que me lembro que a França sempre foi aquele país que me cativou. Devido aos laços que tenho com este país e também devido a todas as reportagens que fui vendo, ao longo da minha vida, sobre locais mágicos que a França tem! Por isso, uma vez que estou cá a viver quero aproveitar para visitar mais! Quero descobrir o encanto da Bretanhe e visitar o Mont de S. Michel. Quero reviver a história por entre os Chateaux de la Loire. Quero perder-me pelo sul da França, ver a tão célebre vila de Cannes e apreciar os tons de azul da Cote d'Azur. Quero ficar por mais perto e percorrer as ruas de Chauvigny. Quero conhecer mais e melhor este belo país, admirando tudo aquilo que de maravilhoso ele tiver para me oferecer! 
4 // Chegar aos 50 quilos 
Os dois anos que passaram foram determinantes para a minha mudança de estilo de vida. Mas, desde que passei a viver em França a situação alterou-se bastante e, por entre toda a adaptação que tive que fazer, esta parte acabou por ser deixada para trás. Mas Janeiro trouxe consigo uma nova companheira de treinos, uma nova motivação e o desejo de voltar a conseguir obter aquilo que já consegui. Por isso, é já este mês que volto aos treinos e espero mesmo que seja durante este ano que consiga atingir o peso que desejo, voltando assim volte aos bons velhos hábitos! 
5 // Fazer uma viagem a solo 
Acho que preciso de colocar a mochila às costas e iniciar-me em viagens a solo. Sinto, na verdade, que essa seria uma das minhas vitórias deste ano. Começar por um fim-de-semana em que sou eu comigo própria. Fotografar o que me rodeia, deixar de lado o medo de estar só e partir. Ser capaz de fazê-lo, pouco a pouco, até perceber que sozinha consigo fazer coisas maravilhosas! 
6 // Realizar mais duas viagens 
Por entre os tantos lugares que quero visitar em França, há duas viagens que gostaria muito de conseguir realizar: a primeira seria a Londres, com a minha Chiara para que visitássemos os Estúdios de Harry Potter. E, a segunda, passaria pela bela Itália, tendo como guia igualmente a minha Chiara!  É pedir muito? Admito que seriam dois locais que me deixariam imensamente feliz e realizada! Afinal o melhor que levamos da vida são estas experiências! 
7 // Receber as minhas amigas e os meus pais em Poitiers 
Isso seria a chamada cereja no cimo do bolo desta minha estadia em SVE. Ter a oportunidade de receber as minhas amigas e a minha família, mostrando-lhes o quão bonita esta terra é e com eles descobri-la ainda mais! Gostava muito que as minhas pessoas conseguissem sentir, na pele, o quão facilmente se é feliz aqui e como esta terra merece ser visitada. 
8 // Mais um ano de blog, mais um ano de felicidade 
Que este espaço continue a ser isso mesmo: um local feliz. Um local que me traz paz, onde sou eu própria e onde continue a ter a liberdade de escrever aquilo que bem me apetece. O blog caminha para os seus três anos e é bom sentir que, em momento algum, me passou pela cabeça terminar com ele. Quando existem quebras e distanciamentos é, principalmente, devido à minha vida pessoal. É devido ao facto de precisar de parar e de ter tempo para mim, mas nunca por me sentir farta ou cansada do blog. E essa sensação, digo-vos que é maravilhosa! Na verdade, deste espaço quero sempre mais e melhor. Quero que cresça e que se torne cada vez mais em algo de bonito. 
9 // Atirar-me ao Photoshop 
Já ando a desejar isto na minha vida há anos! Há muito que percebi que este pode ser um daqueles utensílios que, mais dia, menos dia, irei necessitar de manobrar para a minha vida profissional. Por isso, é tempo de me dedicar a ele e de aprender - finalmente - a trabalhar com ele! Este ano tenho a sorte de viver com alguém que trabalha muito, muito bem com este software e por isso, este pode vir a ser o momento certo para me atirar ao bicho! 
10 // Continuar a viver no estrangeiro 
França é o país do agora. A partir de Setembro não sei o que se irá passar. Mas, anseio continuar a ter a oportunidade de viver no estrangeiro! E explico-vos o porquê... Porque ter uma experiência de vida longe do nosso cantinho é um daqueles momentos em que mais aprendemos sobre o Mundo e sobre nós próprios. É quando percebemos o quanto gostamos do nosso país, o quanto vale a palavra saudade e o quão bom é regressar a casa. Por isso, durante mais algum tempo espero viver todas essas emoções. Espero continuar a crescer deste lado para regressar sempre a casa e receber como elogio de que já não sou a mesma menina, mas que estou muito melhor! Portugal, eu regresso um dia, prometo que regresso, mas não por agora. 
11 // Voltar a ler tão intensamente como no passado
Se há coisa que perdi ao longo destes meses foi o hábito da leitura. Dispensei o tempo que lhe era dedicado para fazer outras coisas e não me sinto bem com isso! Sei bem que tal mudança só depende de mim e espero mesmo que este ano me (re)ensine o prazer da leitura, até porque acho mesmo que preciso dessa parte de cultura na minha vida! 
12 // Continuar a ter os meus por mais um ano 
Sei  bem que este é aquele cliché de pedido, mas a verdade é que cada vez mais dou importância aos meus e isso deve-se ao facto de estar longe. Por isso, ficarei eternamente grata ao universo se me continuar a dar a oportunidade de saber que os meus, mesmo que longe, estão bem!