13 de novembro de 2017

Segundas-feiras

Segundas-feiras são sinónimo de recomeço. Mais um dia, mais uma semana. Mais um regresso ao trabalho. Mais uma vista-de-olhos pela agenda para relembrar como será a semana. Tarefas, actividades, reuniões, apontamentos... 
Mais oito horas de trabalho diárias. Mais quarenta horas semanais. Mais as horas de pausa de almoço em que conversamos, rimos, vamos comprar o pão ou vamos apenas ver as montras. Mais as horas passadas no ginásio, a queimar aquelas coisas maravilhosas que comemos nas horas mortas de uma vida que corre a mil. Mais as (poucas) horas que passamos em casa. Ora fazemos o jantar, ora comemos, ora damos dois dedos de conversa para partilhar como correu o dia, ora tomamos um banho, ora preparamos o que precisamos para o dia seguinte e dormimos. 
As Segundas-feiras são difíceis mas, depois de passarmos por ela, sabemos sempre que podemos com tudo o resto que a semana nos trouxer. Sempre odiei Segundas-ferias. Hoje, começo a entendê-las e a perceber o sentido que tem na minha vida. Vamos lá abraçar mais uma semana e criar todos os planos possíveis nas horas em que temos o tempo por nossa conta?