24 de julho de 2017

EVS | O tempo que teima em correr

Faltam exactamente quarenta dias para que uma das maiores aventuras da minha vida comece. Daqui a quarenta dias embarco com destino ao país que me viu nascer. Mas, se por um lado, há uma vontade que toda esta novidade chegue, há, por outro, um sentimento de que tudo corre demasiado depressa... 
Começam-me a faltar as palavras para descrever o que sinto. Um misto de emoções e agora, cada vez mais, a ficha começa a cair. Eu, aquela miúda que não gosta de estar sozinha, que vive na sua bolha, que sente o revirar do estômago de todas as vezes em que algo de novo surge e que tem plena consciência de que tudo isto irá custar e muito, parte na aventura. 
Atiro-me a um local novo, a pessoas novas e as questões começam, inevitavelmente a surgir. Mas, acima de tudo, sinto que o tempo que me resta não está a passar, mas sim a correr. Os dias voam e as saudades começam a ganhar um outro sentido. Dou por mim a olhar para os meus e a questionar-me sobre como será estar tão longe. Sinto, por vezes, até, que toda esta ânsia não me deixa apreciar o que me resta com a devida atenção. O tempo escasseia e o coração começa a ficar, dia após dia, mais apertado. Rezo apenas para que, no decorrer destes quarenta dias, não se torne demasiado pequeno para que consiga levar consigo tudo aquilo de que irá necessitar ♥♥