31 de janeiro de 2017

PESSOAL | Em 2017 quero...


Se, para muitos, este post já vem um pouco tarde, por acharem que o mesmo deveria ter sido escrito já no início deste mês que hoje finda, para mim, chegou na hora certa. É hoje, passado um mês do início deste novo ano, já com as ideias bem organizadas e sem a pressão de comer as doze uvas passas e pedir os doze desejos - coisa que fiz, digo já - que este post faz mais sentido. Espero deste ano muita coisa, admito. Espero que descoberta se torne na palavra-chave e que a mesma me leve a fazer de 2017 um ano fantástico, Mas, por entre as coisas mais e menos supérfluas que todos nós pedimos, por entre o que depende somente de mim e aquilo que não está só nas minhas mão, há objectivos, metas, desejos e sonhos que sei, desde já, que quero realizar em 2017. Conseguir atingi-los, ou não, pode, nem sempre, estar ao meu alcance, mas prometo desde já que tudo farei para que, daqui a uns meses, possa já ter alguns deles riscados.
1. Realizar o SVE
É este o desejo em que menos posso fazer. Já não está nas minhas mãos que o mesmo seja aceite e que a verba seja libertada. Não depende de mim fazê-lo, uma vez que, à partida, sei que a vaga é minha. Contudo, falta que a UE me conceda o sonho de entrar naquela que será, certamente, uma das maiores aventuras da minha vida. Façamos figas pode ser? 
2. Preparar um primeiro aniversário fantástico à minha PrincesaG 
É já em Março que a minha princesa festeja o seu primeiro aniversário. O tempo tem passado a correr e no meu papel de tia e madrinha quero muito que ela tenha um primeiro aniversário super giro, repleto de mimos para que um dia saiba e possa ver as recordações da festa que lhe preparamos com tanto amor e carinho. 
3. Baptizar a minha PrincesaG 
Acredito que, em 2017, este será um dos dias mais felizes! Tive a oportunidade de ser a madrinha de casamento do meu irmão e agora preparo-me para me comprometer, para a vida, a estar ao lado de uma criança da qual irei cuidar sempre! A verdade é que, quer fosse, ou não, madrinha dela, em nada isso mudaria o sentimento e a importância que ela tem na minha vida. Sei bem que, desde o dia em que ela nasceu, o meu mundo mudou e seria capaz de dar a vida para a proteger, mas ser madrinha dela deixa-me ainda mais orgulhosa, feliz e babada - admito! 
4. Passar uns dias em Lisboa para visitar a capital 
Conheço Lisboa dos passeios da escola. A juntar a isso, os meus pais não vão a Lisboa à anos. Por isso, decidimos que, este ano, poderia muito bem ser aquele em que nos perderíamos na capital durante uns dias para visitar o que de melhor a cidade tem. Seria a nossa escapadinha do ano e acredito que Lisboa será uma excelente opção. 
5. Comprar uma máquina fotográfica 
Pronto, chegamos àquele que é, provavelmente, o meu objectivo supérfluo, mas quem não os tem? Tenho uma máquina fotográfica que me acompanha nas minhas aventuras, que me foi oferecida pelo meu núcleo familiar e em modo de celebração pelo final da licenciatura. Não tenciono trocá-la, nem vendê-la. Mas, a verdade é que sinto falta de algo mais. Sinto falta de umas objetivas que me possam dar mais e melhor qualidade aos momentos que gosto de captar na minha vida. Além disso, seria de grande ajuda aqui para o blog. Mas, apesar de querer muito investir numa máquina, também decidi que não iria gastar dinheiro do meu ordenado para a comprar. Por isso, resta-me economizar e tentar encontrar mais alguns rendimentos para a compra da mesma, tendo-me imposto que, no máximo dos máximos, quero obtê-la até Maio. Agora é só trabalhar na fonte de rendimento da mesma.

6. Chegar aos 50 quilos 
Estou em plena e constante mudança na minha vida. Iniciei-me no desporto à meses e os resultados tem aparecido. Por isso, quero atingir aquele que, para mim, seria o meu peso ideal. Cinquenta quilos e atinjo uma meta que nem à meio ano poderia sequer imaginar! Bora lá trabalhar para isso? 
7. Experimentar meditação 
Estou a ler um livro que mais tarde vos irei apresentar que me tem deixado na cabeça a ideia da meditação e o quão útil poderia ser na minha vida. Sinto que, somente por ter mudado os meus hábitos alimentares e desportivos, me tornei muito mais feliz. Logo, acredito que ser capaz de encontrar uma fonte de alimentação de bem-estar para a minha mente seria ainda melhor! Por isso, decidi que é este o ano em que vou experimentar esta técnica. Só preciso de descobrir quando é que vou deixar uns minutos de lado para começar... mas eu vou conseguir! 
8.  Fazer uma viagem a um destino em Itália 
Se tudo correr como esperado, o timing para viagens será mais apertado, este ano. Mas, quero muito tentar visitar um destino italiano. É um pais que me fascina e, por isso, irei tentar encontrar um tempo e espaço na minha agenda para que este ano consiga pisar chão deste belo país. 
9. Assistir a concertos, experimentar gastronomias, ir a festas 
Há tanta coisa a nível cultural que gostaria de realizar este ano! Desde assistir a concertos de músicos e bandas de que gosto e pelos quais já esperei a oportunidade certa... de Mariza, Pedro Abrunhos, Deolinda, Diogo Piçarra, Agir... sim, tudo português tal como eu gosto! Mas, também quero experimentar a comida chinesa, quero comer mais sushi, quero comer hambúrgueres maravilhosos, quero devorar crepes e doces fantásticos. Quero saber que dei a oportunidade a mim própria de saborear novos paladares e sim, mesmo querendo atingir e manter o peso ideal, tudo é possível de ser conciliado. Por fim, quero ir a festas às quais já ando à anos para ir. Quero ir à Queima das Fitas de Coimbra, quero ir a uma festa na praia, quero ir a uma discoteca e dançar até de manhã com as pessoas certas. Quero divertir-me e criar boas memórias! 
10. Ler 20 livros 
Ler faz parte de mim. Essa é a verdade. Há sempre um livro que me acompanha para qualquer parte que vá e se, no ano passado, não consegui atingir a meta de ler 25 livros - tendo ficado pelos 22 ou 23 - este ano fui mais realista e já só peço 20. Mas, acima da quantidade, que venha a qualidade. Que sejam obras que me tragam algo. Que provoquem em mim o poder da imaginação. Que me coloquem na própria história e que me tragam uma lição. Até agora não vamos nada mal, não!
11. Ver o blog crescer 
Falamos inevitavelmente daqueles número que, consoante vão crescendo, nos vão deixando com um sorriso de orelha-a-orelha. Quero que sejam mais por aqui. Quero que o conteúdo seja ainda melhor. Quero descobrir novas formas de escrever. Quero conhecer bloggers pessoalmente e, quiçá, não meter mãos à obra para que tal se proporcione. Quero que cheguemos aos 1000 no blog. Quero que a página do facebook atinja os 2000 gostos. Quero que as visualizações subam e possa ver o número 100.000 a surgir. Quero mais e mais. Não sou hipócrita e dizer que isso não é importante, porque é! No meio de tantos blogs - em que alguns deles tem muito pouco ou quase nada de trabalho do "blogger" - é bom vermos os nossos pequenos espaços a crescerem, a evoluírem, a chegarem a mais pessoas! Eu quero isso porque o blog já faz parte de mim e pedir menos é não sonhar, não acreditar e não trabalhar para que tal aconteça. 
12. Ter os meus e ser feliz 
O último e um dos mais fundamentais. Quero ter o meu núcleo familiar presente, ao meu lado. Quero tê-los comigo durante, pelo menos, mais 365 dias. Quero celebrar com eles as vitórias e encontrar neles as forças para as derrotas. Quero tê-los, simplesmente. E, além destes, que as minhas miúdas também continuem por cá. Por entre as conversas que mantemos no messenger, nos snapchat ou por mensagens, que estejamos umas para as outras. Que venham mais jantares, mais lanches, mais treinos, mais saídas, mais felicidade contagiosa como aquela que temos tido. Que as amizades prevaleçam durante este ano porque, tendo tudo isso, inevitavelmente, que serei feliz! 
Como viram, nem tudo depende de mim. Mas, uma grande parte precisa da minha vontade, da minha força, da minha confiança em que, querendo muito, (quase) tudo poderá dar certo! Por isso, desistir de fazer de 2017 um ano fantástico não é sequer opção - mesmo que o diga somente depois de um mês ter passado e estarmos só com 11 meses de oportunidades para fazê-lo ♥