19 de janeiro de 2017

FILMES | Beleza Colateral

Trailer [2017 | IMDB: 6,6/10]

Sinopse (aqui)
Howard Inlet (Will Smith) é um publicitário nova-iorquino que leva uma vida aparentemente perfeita, até ao dia em que a filha morre. Uma imensa depressão abate-se sobre si. Inlet retira-se da vida que antes tinha e escreve cartas ao Amor, ao Tempo e à Morte, os conceitos abstractos que estavam na base da sua filosofia publicitária. O que Inlet não esperava era que estes respondessem e contactassem consigo sob forma humana. 
Opinião
Este foi o primeiro filme que vi este ano e aquele que me levou ao cinema. Depois de ter visto o trailer e a publicidade do filme na TV fiquei curiosa para perceber a história do mesmo. É um drama e admito que, por vezes, este tipo de filmes cativa-me por me levar a colocar algumas questões a mim própria ou me levar a reflectir sobre determinado tema.  
Tal como pensava, este foi mais um desses filmes! Achei a história fantástica e a ligação que as próprias personagens criam entre si foi mesmo boa. A verdade é que é ao longo do filme que nos começamos a aperceber do verdadeiro sentido da história. É com o desenrolar dos acontecimentos e do aparecimento das personagens que nos questionamos de como, por vezes, quando achamos que estamos a fazer algo pelo outros acabamos por estar, de facto, a fazer algo por nós próprios.  
Aqui há uma humanização do tempo, do amor e da morte. Mas, o melhor é a forma como cada um dos amigos da personagem principal que, por curiosidade, é aquele por quem eles colocam o plano em marcha, se liga ao conceito e à pessoa que o representa de forma perfeita. Porque, no fundo, quem viu o tempo passar, alia-se ao tempo, quem tem falta de amo, alia-se ao amor e quem se depara com a morte, alia-se à morte.  
E, no meio de tudo isso, em que, por vezes, temos a sensação de que, afinal, as personagens principais são estes três amigos, Howard Inlet (Will Smith), continua na sua depressão, sendo que, só no fim nos deparamos com uma grande surpresa.  
Achei o filmes mesmo fantástico e aconselho-vos! Vejam e estejam atentos ao pequenos pormenores, pois são esses que fazem a diferença.