7 de outubro de 2016

VIAGENS | [Férias'16] Um Dia em Berna


Se houve cidade que me conquistou na Suíça foi esta. Se há local onde não me importo mesmo nada de lá voltar é este. Berna é a capital da Suíça, mas se há coisa que não senti foi o sufoco de ser uma capital. A tranquilidade aparente de uma cidade onde senti que "quase todos se conheciam" foi fantástica. Nota-se muito que adorei?!


Chegadas à cidade, depressa nos perdemos por entre torres e relógios. É, de facto, muito perceptível percebermos que estamos no país dos relógios. A verdade é que lá não há desculpas para se chegar atrasado :p Mas bem, caminhamos pela cidade e diga-se que a conseguem fazer a pé muito facilmente, uma vez que é muito plana e dá mesmo a sensação de que é uma cidade sem sê-lo. 
Não utilizamos transportes públicos uma única vez, além de que a cidade tem uma rede muito boa de transportes e isso sente-se no facto de no centro da cidade não circularem automóveis.


Além de ser um importante local político, Berna soube manter as suas características históricas e a isso deveu-se o facto do seu centro histórico fazer parte da lista dos Patrimónios da Humanidade da UNESCO.
A verdade é que tudo no centro conquista. Desde os imponentes edifícios, passando pelos seus seis quilómetros de arcadas onde se encontram inúmeras lojas e marcas, sem esquecer as suas fontes e as suas janelas decoradas de flores. A vontade que dá é mesmo a de somente percorrer todas aquelas ruas a pé para absorvermos o máximo que conseguirmos! 
Mas, como há muito mais para ver nesta cidade, além de ruas, seguimos caminho para o Museu de Berna que é igualmente o Museu de Einstein que, por sinal, se encontra num edifício fantástico.
Foi por aqui que nos perdemos umas quantas horas quando nos deparamos com uma sala fantástica que dá acesso ao Museus de Einstein! A sala está repleta de espelhos e, para duas miúdas, conseguem perceber que foi fácil nos deixarmos por ali ficar, não percebem? Mas, atenção, claro que fomos visitar o essencial - o museu - e gostei bastante! Dá-nos informações sobre a vida daquele que foi um Enorme cientista. De tudo, o que mais nos cativou, foi conhecer a vida mais pessoal dele, uma vez que acaba por ser aquilo que está mais afastado do que o "público geral" conhece. 
 (e foi por aqui que tiramos uma das minhas fotos favoritas da nossa viagem) 

Seguimos caminho até à Catedral da cidade, que é linda, por sinal, e de onde se tem uma vista f-a-n-t-á-s-t-i-c-a sobre a cidade. Ora comprovem lá!

















É fácil nos perdermos por entre paisagens tão bonitas que, por um lado, estão repletas do lado citadino e, por outro, tem o lado natural das montanhas tão características da Suíça.

Por entre todo o calor que se fazia sentir, não resistimos a um gelado bem fresco e a vontade de nos aventurarmos por aquelas águas azuis do Rio Aare também era imensa. Mas, ficámo-nos somente a admirar a forma como os residentes aproveitam os dias de calor. Vocês acreditam que as pessoas se atiram das pontes e deixam-se ir pela corrente? Mas quando escrevo sobre corrente é, literalmente, muita corrente! Houve uma altura em que até nos assustamos porque, do nada, aparece-nos um individuo à frente da ponte, virado para o rio e atira-se. Ficamos em pânico a achar que se tinha suicidado. Mas não, claro que não (ainda bem).
Por fim, fomos visitar o fosso dos ursos que, sinceramente, não me convenceu muito. Fiquei a pensar sobre o facto de os ursos serem ou não felizes por lá, uma vez que são só três e estão afastados do verdadeiro habitat deles. Mas, é sempre diferente vermos aquelas coisas fofas bem perto de nós e a se refrescarem na água do rio :p
Então, deixei-vos com vontade de visitar Berna? Acreditem que eu fiquei mesmo rendida! Não me importo nadinha de, no futuro, lá voltar porque é uma cidade tão bonita que deve ter sempre algo de novo que nos cative. 



E como que em observação final da cidade, as pessoas são bastante simpáticas e acessíveis. Tivemos até residentes a nos perguntarem se podíamos dar uma olhada nas coisas deles enquanto iam comprar os bilhetes de transporte. Por isso, conseguem ter a percepção de que as pessoas confiam em quem os visita e não têm preconceitos para com os turistas. De resto, a cidade é muito limpa e o tempo que apanhamos também ajudou porque estava mesmo TOP! Se quiserem lá ir, podem sempre levar-me na mala, sim? :D
___________________________
Mais sobre esta viagem:

| Um dia em Genebra | Um dia em Berna | Um dia em Lausana |
| Paris #1 | Paris #2 | Paris #3 | Paris #4 | Paris #5 | Paris #6 | Paris #7 | Paris #8 | Paris #9 |