14 de outubro de 2016

VIAGENS | [Férias'16] Paris #2

Este primeiro dia completo em Paris foi o mais preenchido! Saímos de casa bastante cedo (como todos os restantes dias :p) e entramos já com o anoitecer. Foi um dia destinado a três museus que estavam na lista e onde simplesmente nos deixamos levar pelas ruas que nos surgiam em cada esquina. Percorremos Paris entre os transportes e a pé. Aproveitamos cada minuto e, no final, não podia ter acabado da melhor forma!
Começamos por passar no Centre George Pompidou onde, simplesmente, vimos o edifício por fora. Não nos conquistou e não foi algo por que criássemos o mínimo interesse. É verdade que o edifício, em si, é diferente e até engraçado, mas não nos levou até ao seu interior.

Por isso, rapidamente seguimos caminho até ao Musée Carnavalet que se dedica à preservação da história de Paris desde a sua origem até os dias de hoje. O edifício é bastante bonito e o seu pátio conquistou-nos! Apesar de, na altura, a parte que mais nos interessava - que era a de Napoleão - estar fechada ao público, devido a remodelações, foi um museu que gostei de visitar, pois tudo está muito bem conservado e mostra-nos Paris no passado. 
Depois deste museu, ainda passamos bastante tempo nesta rua quando, do nada, vimos a primeira MAC de Paris. Entramos e o que fizemos? Fomos lá deixar uns trocos, está claro! Porque férias são férias e, além disso, ainda tivemos a sorte de a funcionária nos fazer, de forma gratuita, uma makeup. Assim, até ficamos mais bonitas para o resto do dia e tudo. Não foi sorte? :p 
Fomos percorrendo as ruas e deparamo-nos com a Église de Saint Paul - Saint Louis que é bastante grandiosa e bonita! Além disso, fomos apreciando as pequenas bancas que vão existindo pelas ruas onde as pessoas param para comprar alimentos. 
E, sem nos darmos conta, lá estávamos nós na Place de la Bastille onde aproveitamos para descansar um pouco enquanto observávamos as pessoas, o transito e o movimento que aquela cidade possui. 
Andamos mais um pouco e acabamos por parar num local que não estava nos nosso planos mas que valeu a pena por ser um jardim bonito onde as pessoas, àquela hora, aproveitavam para almoçar, sentadas na relva. A Place des Vosges é a mais antiga e bem preservada praça de Paris, que é constituída por um jardim no seu centro, uma vez que, dos quatro lados existem edifícios que são todos iguais. 
A próxima paragem foi na Maison Européenne de la Photographie que foi, infelizmente, a maior decepção dos locais que visitamos. É dedicado à fotografia contemporânea mas, as exposições que por lá se encontravam, não nos disseram mesmo nada.  
Depois desta desilusão, andamos pela Rue de Rivoli que é uma das ruas mais famosas de Paris, uma vez que é comercial e nela podemos entrar marcas e lojas de todos os gostos. É igualmente nela que se encontra o célebre Hotêl de Ville. 
Iniciamos a nossa tarde na Île de Saint-Louis que é pequenina mas engraçada. É a zona mais cara de Paris, uma vez que é uma ilha banhada pelo Rio Sena, onde encontramos edifícios de muitos e muitos séculos e onde aproveitamos para comer um gelado delicioso! 
Entramos na Église Saint-Louis-en-l'Île e não é preciso afirmar, mais uma vez, que o seu interior é majestoso! O Santo Padroeiro é Saint Louis de France que reinou sob o nome de Luis IX.

Depois de todo o percurso que fizemos, chegamos à conclusão de que era impensável regressarmos a casa sem antes vermos o ex-líbris da cidade: a Tour Eiffel. Por isso, já ao final do dia, seguimos caminho para lá, de forma a matarmos o bichinho da curiosidade!

Resultados da procuraÉglise Saint-Louis-en-l'Île

Resultados da procuraÉglise Saint-Louis-en-l'Île

Assim que a vimos, por inteiro, a reaCção é só uma: Uau! É daquelas coisas instintivas de quem passa imenso tempo a ver algo na televisão ou em fotografias e, finalmente, a vê com os próprios olhos. Mas, depois de a analisarmos alguns minutos, afirmamos, em conjunto, que a achávamos pequena para aquilo que tínhamos idealizado - mas isto é questão para eu vos explicar no post em que falar da subida à Tour Eiffel! Assim, deixamo-nos estar um pouco a admirá-la, enquanto os vendedores tentavam que lhes comprássemos alguma coisa :p


Decidimos seguir caminho até ao Trocadero, que é o local oposto à Tour Eiffel e onde se tiram algumas das tão célebres fotografias com vista para a majestosa torre de ferro. E, evidentemente, que nós não fomos excepção! Assim que apanhamos um espacinho livre não o largamos enquanto não tínhamos os cliques perfeitos daquele momento e a verdade é que conseguimos alguns mesmo fantásticos. Aquele local é, sem dúvida, o melhor sítio para se conseguir uma fotos com a Torre por completo e esse é o motivo de ser tão atractivo para os turistas. E, por falar em atracão, a quantidade de noivos que lá estavam a tirar fotos?! Vocês não estão bem a imaginar! É uma coisa doida, mesmo :p
Assistimos a um espéctaculo de dança de rua e, às sete da tarde, ainda decidimos comer um crepe, mesmo em frente à Tour Eiffel! Chique não é? Ahah No fundo, são também estas memórias que constroem uma viagem e neste dia guardamos algumas bem boas :D E, antes de regressarmos a casa, ainda tivemos um último olhar na Sra. Torre, podendo apreciá-la com as luzes já minimamente ligadas!
___________________________
Mais sobre esta viagem:

| Um dia em Genebra | Um dia em Berna | Um dia em Lausana |
| Paris #1 | Paris #2 | Paris #3 | Paris #4 | Paris #5 | Paris #6 | Paris #7 | Paris #8 | Paris #9 |