19 de setembro de 2016

VIAGEM | O rescaldo das férias


Desde o planeamento da viagem destas férias que senti que iria ser algo especial. Era o realizar de um sonho na companhia de uma amiga especial e tinha tudo para dar certo. E deu! Foram tantas as coisas que esta viagem me deu e são tantas as memórias que ficam.

A Suiça foi a descoberta completa de um novo país. De uma vida muito cara, de cidades onde as pessoas são, no geral, muito simpáticas, de uma forma de viver diferente da nossa. Por entre as três cidades que visitamos, Berna ganhou um cantinho especial no meu coração. É uma cidade repleta de locais bonitos para se visitar. É uma cidade plana onde se absorve tudo a pé. É uma cidade onde a água me fez lembrar as ilhas paradisíacas que vemos na televisão.

Depois seguiram-me oito dias em Paris. Oito dias onde me senti completamente a regressar a casa. Estive naquele que foi o meu primeiro lar e tudo isso teve um significado enorme. É a cidade das grandezas, dos luxos, do stress do dia-a-dia, das luzes, do barulho das ruas... se já me sentia apaixonada por Paris, agora tudo ficou ainda maior.

A verdade é que foram treze dias de muitos quilómetros a pé. Ganharam-se calos nos pés de tanto andarmos, comemos muitas coisas doces e almoçamos muitas sandes. Bebemos sumos de fruta e devoramos imensos croissants. Foram treze dias felizes! Rimos até nos doer a barriga, fizemos snaps mais do que estúpidos, observamos as pessoas e os locais, passamos por algumas aventuras, perdemos máquinas e deixamos telemóveis nos wc's. Não discutimos e percebemos que aquela viagem fez todo o sentido naquele tempo e com aquela pessoa! Posso dizer, com toda a certeza, que foi uma das viagens da minha vida, senão aquela que mais importância teve, venham as que vierem.