26 de abril de 2016

LIVROS | A Conspiração



 2006 | Dan Brown | [Escala pessoal: 9/10]

Sinopse (aqui)
O Presidente Zachary Herney está a lutar por uma duríssima reeleição. O seu opositor, o Senador Sedgwick Sexton, é um homem com amigos poderosos e uma missão: privatizar a NASA e reduzir as suas despesas. O Senador tem numerosos apoiantes que beneficiarão com a mudança, especialmente depois do embaraçoso episódio de 1996, em que o governo de Clinton foi informado pela NASA de que havia provas de existência de vida noutros planetas.
Lutando para sobreviver a uma série de erros que ameaçam a sua imagem política, a NASA faz uma descoberta atordoadora: um estranho meteorito enterrado no Árctico. O Presidente é informado de que o objecto encontrado vai ter implicações determinantes no programa espacial americano. Contudo, dada a reputação vacilante da agência espacial norte-americana, será a descoberta válida ou não?
Rachel Saxton, uma investigadora dos Serviços Secretos da Casa Branca, é destacada para confirmar a autenticidade do achado. Rachel tem como missão resumir relatórios complexos em notas de uma página. Neste caso o Presidente precisa dos seus dados antes da última declaração que fará ao povo americano e que será decisiva na sua reeleição.
Acompanhada por uma equipa de especialistas, incluindo o carismático oceonógrafo Michael Tolland, Rachel descobre o impensável: provas de um embuste científico, de uma cilada que ameaça mergulhar o mundo em controvérsia. Mas antes de conseguir contactar o Presidente, Rachel e Michael são vítimas de uma perseguição sem tréguas ao longo do Árctico, refugiam-se num submarino nuclear e acabam por ser aprisionados num pequeno barco na costa de New Jersey, enquanto a capital norte-americana ferve de expectativas relativamente a mais uma fraude científica e os ânimos se exaltam nas antecâmaras do poder no interior da ala esquerda.
Aclamado pela mestria e genialidade com que relaciona História, Ciência e Política, Dan Brown destaca-se num novo romance em que nada é o que parece e ao virar de cada página nos espera uma fabulosa surpresa.
Opinião

Depois de ter lido O Símbolo Perdido e ter ficado assim-assim, acabei por não ir com grandes expectativas para este livro. Posso até dizer-vos que já o tenho à uns valentes meses e quase que lhe andava a adiar a leitura. Mas, após ter lido o que havia de novo pela estante, lá tive que lhe pegar. E pronto, lá voltei eu a descobrir a maravilhosa escrita de Dan Brown! Agarrei-me completamente a este livro. Fiquei, literalmente, viciada. Devorei-o em, aproximadamente, um mês e posso garantir-vos que, na recta final ficamos a pensar "ohh, a sério?".
Sou capaz de caracterizar esta história em três palavras: luta pelo poder! É disso que aqui se fala. No início tinha a ideia de que a luta aqui travada era apenas para alcançar o tão cobiçado posto de Presidentes dos EUA, mas é na tal recta final que me apercebi de que, afinal, a luta era apenas proveniente de um homem que, simplesmente, queria levar a sua ideia avante, justificando todos os meios para atingir o seu fim. E, no meio de todo esse percurso, acredita-se que a NASA fez A descoberta de toda a sua vida, quando afinal... e mais não vos conto! É um livro fantástico que adorei ler e o qual vos aconselho. Aposto que irão ficar rendidos aos acontecimento, querendo sempre ler mais e mais até chegarem a determinada altura em que se vão surpreender e esse foi, para mim, o ponto crucial do livro. Já leram? Se sim, digam-me qual foi a vossa opinião.

Não se esqueçam de participar no passatempo aqui! Podem ganhar um exemplar de um livro!