5 de março de 2016

PESSOAL | A minha Pandora


Sou fã assumida da Pandora. Desde os primeiros momentos em que me deparei com a pulseira, fiquei com a certeza de que ira ter uma para lá registar momentos da minha vida. Para mim, se há jóias que assinalam momentos e transmitem sentimentos são as da Pandora! Passado uns anos de me terem oferecido a pulseira, já conto com alguns momentos lá marcados e é muito bom poder vê-la preenchida de boas recordações.

Desde o momento em que tive a pulseira da Pandora que decidi que ali iriam estar contas com significado. Ou seja, todas elas marcam um momento, uma pessoa ou um acontecimento da minha vida. E é assim que eu gosto dela! Não anseio preenche-la “à força” até porque, no instante em que já não houver espaço para mais contas significa que já vivi muitas coisas importantes. Por isso, até ao momento, são nove as contas que me acompanham e todas elas tem um significado ou me foram oferecidas num momento especial. 

As contas de Londres e de Barcelona são o retrato das viagens que fiz até agora. Foram estas as duas cidades europeias que visitei desde que tenho a pulseira e fiz questão que as mesmas ficassem assinaladas. A minha conta do Pai Natal difere um pouco da que está na imagem, pois a minha já não se encontra no site. Mas, foi a primeira conta que comprei e foi a primeira da minha pulseira. 

A conta dos Livros da Sabedoria é uma das mais especiais que tenho, pois foi-me dada no dia do meu último desfile académico na licenciatura pelo meu irmão e pela minha cunhada. Eles foram assistir ao desfile e ofereceram-se este miminho que fez todo o sentido. Foi, de facto, um presente muito especial num dia ainda mais marcante! A conta do Good Luck foi-me oferecida pelos meus pais no final da universidade. Foi um desejo para o futuro e o assinalar do fim de uma fase.

A conta colorida difere também da minha, uma vez que a que tenho é entre o vermelho e o laranja. Foi-me oferecida num Natal e é a única que tenho com cor. O travão foi-me oferecido pelo meu irmão e pela minha cunhada no Natal de 2014 e é mesmo útil para que as contas não estejam só num lado da pulseira. Admito que tenho mesmo que comprar mais um para que a pulseira ande mais equilibrada.

O pendente da ferradura assinalou o meu primeiro salário. Foi a compra que fiz com o primeiro dinheiro que ganhei no meu ordenado e achei que deveria de ser algo associado à sorte ou ao dinheiro e acabei por optar por esta. É muito bonita e foi mais um momento da minha vida que ficou marcado. Por fim, na minha pulseira tenho a conta do presente que me foi oferecida pelos meus pais nos meus 23 anos. Sempre disse que essa data seria especial e não podia deixar de a ter assinalada na minha Pandora. Foi um aniversário diferente, junto da minha família e das minhas amigas e foi uma data importante para mim. 

No Natal de 2015 tive oportunidade de juntar mais o colar da Pandora à minha colecção, o qual já andava a namorar à imenso tempo! Também foi oferecido pelo meu irmão e pela minha cunhada, assim como o pendente da Mão de Fátima que me acompanham desde aí. Não tiro o colar e sei que vai andar sempre comigo. 

Há muitas outras contas e peças da Pandora que quero ter, mas todas elas virão na altura certa e a assinalar um momento especial! Só assim estas jóias fazem sentido para mim. Muito provavelmente, a próxima a ser adquirida será no mês de Março para assinalar o nascimento da minha sobrinha. Por isso, quando a tiver, venho cá contar-vos tudo! E vocês, gostam da Pandora? Tem algo destas jóias?

Não se esqueçam de participar no sorteio do Dia Internacional da Mulher, aqui!