11 de março de 2016

LIVROS | Coisas que uma mãe descobre



2015 | Filipa Fonseca Silva | [Escala pessoal: 5/10]
Sinopse (aqui)

«É que ser mãe é, de facto, uma experiência única. Para o bem e para o mal. É a coisa mais bonita do mundo, mas também a mais extenuante. É um flutuar entre momentos de felicidade e de angústia profunda. É o não trocar nenhum minuto passado ao lado dos nossos filhos, mas ao mesmo tempo ter saudades dos tempos em que eles não existiam (ou desejar secretamente que eles desapareçam durante uma hora para podermos ouvir os nossos próprios pensamentos). E entre os milhões de livros e artigos que já foram escritos sobre o assunto, nenhum nos conta toda a verdade. Sobretudo porque há sempre a tendência para sobrevalorizar as coisas boas e não dar muita importância aos momentos mais complicados.» 
Opinião

Ofereci este livro à minha cunhada no Natal passado. Achei que qualquer gravidez merece um livro sobre essa fase e este foi aquele que mais me chamou a atenção. Não é um livro de aprendizagem fabuloso, ou seja, não vamos a partir dele ficar prós em tudo o que diz respeito à gravidez, mas também não era esse o meu intuito. 
Quis um livro que contasse algumas coisas sobre a gravidez e as mudanças que a vida sofre depois de se ser mãe, mas de uma forma divertida e com uma boa dose de humor. E, acima de tudo, quis que fosse uma mãe a contar essas mesmas peripécias. 
Por isso, depois de a minha cunhada o ter lido, pedi-lho e acabei por lê-lo. No fundo, é um livro divertido que conta o pós-ser-mãe e algumas das alterações que a mulher, a vida e o casal passam a constatar. Ri-me bastante em alguns capítulos e noutros deixou-me, de facto, a pensar em algumas pequenas coisas que não nos passam pela cabeça sem por elas termos passado. A escrita do livro é simples e acessível a qualquer pessoa. Não há quase nada de termos técnicos e acaba por ser simplesmente uma mãe a contar as suas experiências a outras - futuras – mães! No geral, gostei do livro e do que lá é escrito. É um livro interessante para esta fase e além disso, traz partes em que as mães podem apontar os seus próprios pontos de vista/experiências, o que torna o livro criativo e interactivo.