7 de fevereiro de 2016

FILMES | Os Gatos não têm Vertigens



Trailer [2014 | IMDB: 7,3/10] 
Sinopse (aqui
Jó é expulso de casa pelo pai no dia em que faz anos. Sem ter sítio para onde ir, refugia-se no terraço do prédio de Rosa, que acabou de perder o marido. Ele tem 18 anos e ela 73. Quem diria que ia ser amor à primeira vista? 
Opinião 
O primeiro filme que vi em 2016 foi este! E acreditem que não podia ter começado melhor! Adorei, adorei, adorei! Tinha curiosidade em ver este filme, mas acabou por ser arrastado durante o tempo até que surgiu a oportunidade de vê-lo. Não hesitei, está claro! Tinha curiosidade em perceber o título do filme, a história e a mensagem que ele nos transmitia. Que amor era aquele que ia nascer? 
Pois bem, há ali um jovem complicado, marcado pelos tropeções da vida, rejeitado pela mãe e maltratado pelo pai que é expulso de casa no dia em que faz anos. Apesar de ter um grupo de companheiros, encontra-se sozinho numa altura difícil até que encontra no terraço de um prédio em plena Lisboa a casa que lhe dá paz, tranquilidade e mais algumas coisas que chegam pelas mãos de Rosa, como refeições e cobertores.
É assim que nasce uma relação de quase "gato e rato" em que os dois acabam por fugir um ao outro, até ao dia em que Rosa precisa de ajuda e é Jó que a salva. A partir daí, Rosa que, acaba de perder o marido, mas que continua a vê-lo consigo, encontra neste jovem um companheiro, um amigo, um amor genuíno de responsabilidade um para com o outro.

Na minha opinião, os pontos fortes que o filme me trouxe foi aquela necessidade da parte de Rosa de não se sentir só e para isso continua a "conviver com o seu marido já morto", até que, aos poucos, com o crescimento desta amizade e companheirismo entre o jovem e ela, este fantasma do marido desaparece de vez. Depois, a relação que é construída entre eles que se baseia no respeito, na confiança, na dedicação e no companheirismo. Acabam por necessitar um do outro, até que os destinos do mesmo se encontram traçados e ambos seguem as suas vidas... ou não?

Este filme é mesmo fantástico e aconselho-vos a ver! Aproveitem e decifrem o que acontece às personagens.