18 de setembro de 2015

PESSOAL | A não gostar dos 24

É este ano que festejo os meus 24 anos e enquanto penso sobre isso apercebo-me de que não gosto deste número. Parece-me ainda mais velho que os 25. (eu sei que é parvo!)

Penso na minha vida e há coisas que, obrigatoriamente, quero fazer antes dos 25 e isso dá-me uma curta margem de manobra. Tenho um ano e mais uns meros três meses para colocar em prática planos e concretizar sonhos e objectivos.

Quando era pequena achava que, aos 23 anos, a idade que sempre disse que ia ser a minha preferida, já ia estar casada, com um trabalho de que gostasse e com um leque de viagens na memória. Hoje percebo que saiu quase tudo ao lado. Quanto ao estar casada, nem namorado tenho (hó céus!), as viagens ainda só foram duas e o trabalho é a única coisa que escapa.

Por isso, há mesmo coisas que quero cumprir até aos 25 anos para no fim poder dizer que aquando do quarto de século, já tinha realizado alguns (vários) sonhos. Está na hora de pensar sobre isso...